DIVERSOS

DESABAFO

A área secretarial é bastante rica e ampla, entretanto ainda relegada a um segundo plano. Infelizmente, sinto-me um pouco desmotivada porque as empresas - e seus executivos - estão vendo a secretária como artigo de luxo, supérfluo. Entretanto, não deixam de tê-la a seu lado mas passam a pagar salários cada vez menos atrativos. Não julgo aquelas profissionais que atuam na área sem ter formação específica. Mas, por outro lado, questiono: porque em outros segmentos não vemos pessoas sem formação atuarem? Não que tenha que excluir as não formadas, mas deveria haver um incentivo maior para a qualificação do profissional de secretariado. Inicialmente com o curso técnico e, posteriormente, com o superior. Acredito que isso valorizaria mais a nossa profissão, e elevaria a faixa salarial..

Um bom currículo deveria ser essencial para atuar nesta área. Porém, observamos anúncios solicitando Secretária com 2º grau. Será que este funcionário vai ser um "Secretário" (facilitador, desenvolvedor de projetos, pró-ativo, automatizador de escritório), ou será um "Auxiliar"?

Na realidade, a descrição do que é um "Secretário" é tão ampla que dá margem às confusões existentes. Cabe aos veículos especializados, sindicatos, e a cada uma de nós batalhar para elevar esta profissão ao patamar que ela merece. Não adianta apenas abrirem cursos superiores em diversas faculdades ou universidades, é preciso que estas instituições valorizem seus profissionais atuantes nesta área, e seus acadêmicos. Por exemplo, já ouvi frase do tipo: "...até a secretária está dando este curso...", que - por incrível que pareça - vinha de um Diretor de uma instituição que oferecia o curso superior para secretárias. Se a instituição que oferece tal curso não valorizar, como poderá desejar que terceiros o façam?

Cabe aqui um questionamento pessoal de cada uma(um) de nós, e a busca pela melhoria de nossa profissão.

Um abraço,

Maria do Carmo Lima
Bacharel em Secretariado Executivo
Pós-Graduada em Gestão de Recursos Humanos
[email protected].br